fc

2 de janeiro de 2019

Feliz Ano Novo e a melhor receita de Tiramisù

Feliz Ano Novo! 
Com muita Saúde, Paz, Amor, Alegria e Prosperidade! 

Comecemos o ano de forma doce, sim? Não precisam de fazer já a receita, que devemos estar todos com níveis de açúcar elevados, mas guardem-na bem, que é fácil e faz um sucesso à mesa.

Dicas importantes: Comprem uma embalagem de bons palitos La Reine e façam esta sobremesa italiana de um dia para o outro, que fica ainda melhor!




Tiramisù

Ingredientes:

4 ovos (gemas separadas das claras)
5 colheres de sopa de açúcar
250 g de mascarpone
Palitos La Reine q.b.
2 cafés Linizio Lungo da Nespresso
Cacau em pó para polvilhar




Preparação:

Tirar os dois cafés e verter para um prato de sopa até arrefecer completamente. Reservar.

Colocar as gemas numa taça juntamente com o açúcar e bater com uma vara de arames até obter uma gemadas esbranquiçada. Reservar.

Bater as claras em castelo e reservar.

Adicionar à gemada uma colher de sopa de mascarpone e mexer com a vara de arames até a mistura estar homogénea. Repetir o processo até terminar o mascarpone. 

Juntar agora as claras em castelo (1/3 de cada vez) e envolver com a vara de arames, sem bater. Reservar.

Passar os palitos La Reine, um a um, pelo café rapidamente de modo a absorver q.b. e sem escorrer e colocar no fundo de um pirex até cobrir a base. Verter metade do creme até tapar os palitos La Reine. Repetir o processo e no fim alisar. Colocar película aderente (de preferência sem tocar no creme) e pôr no frigorífico de um dia para o outro (ou no mínimo 3 horas).

Imediatamente antes de servir (frio) polvilhar com cacau (colocar uma colher de sobremesa de cacau num passador pequeno e com uma colher de chá ir mexendo enquanto se passa pela superfície do Tiramisù).





Bom início de ano! 
Ana

Da Nossa Cozinha

21 de dezembro de 2018

Biscoitos de Natal milaneses # DIY

São simples de aparência, mas com tudo o que é simples, é do melhor que há! Apresento-vos os biscoitos de Natal milaneses. São irresistíveis!... O segredo está na cobertura que levam imediatamente antes de irem para o forno - praticamente invisível aos olhos quando saem de lá. 

A receita retirei-a de uma revista Nespresso, já bastante antiga (outono-inverno 2012-2013), a n.º 19 dedicada a Zurique. Vou dar-vos a receita original e depois a minha, adaptada e com a ajuda de um processador, neste caso, a Bimby.


Biscoitos de Natal milaneses

Ingredientes para os biscoitos:

125 g de manteiga derretida
1 ovo
120 g de açúcar
1 pitada de sal
Raspa de um limão pequeno 
250 g de farinha

Ingredientes para a cobertura:
50 g de açúcar de pasteleiro
1 colher de sopa de kirsch (ou outro licor)
1 pitada de canela


Preparação:

Bata a manteiga com o ovo, o açúcar, o sal e a raspa do limão até obter uma mistura lisa. De seguida, adicione a farinha e vá misturando até que a massa forme uma bola, adicionando um pouco mais de farinha se a massa colar.

Deixe a massa repousar 30 minutos no frigorífico. 

Depois estenda-a com 5 a 7 mm de espessura.

Ligue o forno a 200º C.

Corte os biscoitos com cortadores de vários formatos. Vá colocando os biscoitos no tabuleiro do forno forrado com papel vegetal e pincele-os com a mistura de açúcar de pasteleiro, kirsch e canela.

Coloque-os no forno e deixe cozer durante 10 minutos.

Polvilhe com açúcar pasteleiro para servir.





A minha versão dos Biscoitos de Natal milaneses

Ingredientes para os biscoitos:

130 g de manteiga à temperatura ambiente
1 ovo
130 g de açúcar
1 pitada de sal
Raspa de um limão pequeno 
250 g de farinha de trigo com fermento

Ingredientes para a cobertura:
2 colheres de sopa de açúcar 
6 a 8 colheres de sopa de Cointreau (licor de laranja)
1 pitada de canela


Preparação:

Colocar no copo da Bimby todos os ingredientes para a massa: a manteiga, o ovo, o açúcar, o sal, a raspa do limão e a farinha. Programar 30 seg / Vel 6. Se a massa colar, juntar um pouco mais de farinha e programar 20 a 30 seg Vel. Espiga.

Deixar a massa repousar 30 minutos no frigorífico. 

Depois, sem amassar, retirar pequenas quantidades de massa e fazer bolinhas (pequenas mesmo, metade do tamanho de uma noz grande, porque a massa vai duplicar). Vá colocando-as no tabuleiro do forno forrado com papel vegetal, deixando algum espaço entre elas.

Quando estiver completo (com umas 30 bolinhas), com a ajuda de um garfo, achate-as. Se o garfo começar a pegar, porque esta massa é muito amanteigada, vá trocando de garfo.

Ligue o forno a 190º C.

Agora, pincele os biscoitos com a mistura de açúcar, Cointreau e canela.

Coloque-os no forno e deixe cozer durante 15 a 18 minutos.

Retirar do forno e colocar o papel vegetal com os biscoitos em cima de uma rede ou conjunto de bases até ficarem frios.



Fazem ou não uma oferta simpática de Natal? Para estes DIY utilizei sacos que tinha comprado já noutro ano no Aldi, fita que tinha em casa (mas encontram em retrosarias ou no "chinês") e as labels encontrei no Pinterest. Colei-as ao laço com um pouco de Loctite super cola 3 (gel control).

Acho que para o Natal vou fazer uma fornada, até para ter uma alternativa aos doces tradicionais, para acompanhar na altura do café, com um Master Origin. Hoje estive a encomendar café e inclui este kit, Explorations 2018.



Eu bem que me tentei controlar, mas não resisti. Confesso que estou curiosa pelos cafés, mas o que me fez avançar mesmo com a compra foram os copos Reveal. No último evento da Nespresso bebi um café num e gostei bastante. Digamos que a experiência está ao nível de beber um bom vinho do Porto num dos copos para o efeito do Siza Vieira - eleva a degustação, acreditem. Agora é rezar para que o kit chegue antes do Natal!

Como é que estão os preparativos do Natal por aí? Tudo encaminhado ou nem por isso?

Ana

Da Nossa Cozinha

17 de dezembro de 2018

Da nossa cozinha até... Coimbra! #Restaurantes a não perder

Está-se muito bem em Coimbra e come-se ainda melhor. Claro que foi muito bom termos uma lista diversificada cinco estrelas dada por quem vive lá. Por isso, a Joana Roque naquele fim de semana deve ter andado com as orelhas bem quentes, como se costuma dizer, porque falamos muito (bem) dela. Estamos-lhe muito gratos!




No dia em que chegamos jantamos no La Vara. Como não aceitam reservas fomos cedo, não quisemos arriscar por causa dos meninos. Esta é uma hamburgueria mais formal do que o habitual, mas isso não é um fator negativo, o espaço é muito agradável e o atendimento rápido e eficiente. Pouco depois de nós chegou outra família também com crianças. Pais estrategas modo on!


Classic +


Portobello & Queijo da Ilha

Nós, adultos, degustamos um Portobello & Queijo da Ilha (hambúrguer de vaca, alface, cebola, cogumelo Portobello, chutney de cebola, queijo da Ilha e maionese de alho) e um Classic + (hambúrguer de vaca, alface, cebola, pickles, tomate, queijo cheddar, bacon, ovo, maionese e ketchup). Para o nosso mais velho, com 7 anos na altura, escolhemos o menu infantil - gostou tanto do hambúrguer, que repetiu! E atenção que o nosso rapaz come o hambúrguer simples no pão e as batatas!

Menu Infantil - variante natura


La Vara - Handmade burgers & Portuguese wines
Avenida João das Regras, 52 | 3040-256 Coimbra | Tel.: 239 151 690
É perto do Portugal dos Pequenitos.


Decidimos comer a sobremesa fora e ficamos ali bem perto, na chocogelataria Novalis. Os gelados são deliciosos!


No dia seguinte fomos a restaurantes nos quais efetuamos reserva. E foi o melhor que fizemos! Nos dois vimos pessoas a quererem mesa e a não terem... Passamos a manhã no Portugal dos Pequenitos e nunca pensei que o nosso menino se divertisse tanto! Foi mesmo aproveitar ao máximo e conseguimos tirar boas fotos, que a confusão começou a aumentar na altura em que viemos embora. 


E saímos e fomos a pé para o Cordel Maneirista. Este foi o meu restaurante preferido: eu adoro petiscos! As imagens que se seguem falam por si... 





Tábua mista

 

Queijo de cabra frito

Cogumelos gratinados

Batata frita com casca
Menu Pequenitos




Pudim das Clarissas

Pastel de Santa Clara do Convento de Coimbra

Cordel Maneirista
Rua Carlos Alberto Pinto de Abreu, 2 | 3040-125 Coimbra | Tel.: 239 164 261 
É perto do Portugal dos Pequenitos.


Fechamos com chave de ouro o nosso tour gastronómico por Coimbra. O restaurante de autor, o mais pequeno e intimista ficou para o fim. Fixem este nome: No Tacho.










O atendimento neste restaurante foi qualquer coisa de excecional. E quando assim é deixemo-nos conduzir. Foi o que fizemos! Posso dizer-vos que foi fantástico. Os pratos principais eleitos foram Arroz do Mondego com peixe da nossa costa, que veio para a mesa no tacho, e Vazia de Marinhoa DOP. O marido acompanhou com um copo de vinho tinto de Tagarela, que apreciou bastante. As sobremesas, que foram partilhadas, também magníficas: Leite Creme e Pudim de Gemas e Vinho do Porto. 
Esta foi uma experiência bastante especial.






No Tacho
Rua da Moeda n.° 20 | 3000-282 Coimbra | Tel.: 911 925 961



Quando forem a Coimbra... deliciem-se!
Ana 



Da Nossa Cozinha

11 de outubro de 2018

Da nossa cozinha até... Coimbra! #Paragem para almoçar e o hotel

Há uma semana, por esta hora, estava com um "nervoso miudinho" de excitação, como uma criança pequena. Sim, estávamos prestes a ter a nossa primeira escapadinha a quatro! Coimbra foi o destino. 

Saímos de casa na sexta-feira a meio da manhã e decidimos parar para almoçar em Peniche. Fomos ao Sardinha, onde fomos muito bem atendidos. Ainda tivemos de esperar um pouco, que isto de escolher o restaurante na hora, ainda por cima num feriado só podia dar nisto... Mas valeu a pena. O registo fotográfico foi só dos pratos principais, que o baby entretanto começou a ficar impaciente. Comemos muito bem!





Seguimos viagem diretos até à cidade dos estudantes, mais precisamente até ao Vila Galé Coimbra. É um quatro estrelas muito bem localizado perto do centro histórico e com vista sobre o Rio Mondego. Gostamos bastante de aqui ficar! Ficamos surpreendidos com o facto de vermos muitas famílias, mas também grupos de turistas e mais ainda por o resultado desta equação ser tranquilidade e descanso, que era o que precisávamos. É a prova viva de que um hotel family-friendly não tem crianças a correr e a gritar. #familyfriendlyhotelsforever





Optamos por ficar numa suite júnior, bem simpática e confortável, por sinal. Sou a única a adorar as almofadas de hotel? Aquelas grandes podiam vir morar cá para casa!

Bem, ainda sobre o hotel deixo-vos mais algumas fotos.















Três breves apontamentos:

1) Pequeno-almoço inglês, ovos mexidos e panquecas feitas na hora.
2) Mini-croissants simples excelentes, a levar-nos até Paris na primeira dentada.
3) Comi a minha primeira rabanada deste ano (à esquerda ao lado dos croissants) - as rabanadas não têm à partida um ar tão tentador quanto uma panqueca com nutella, mas não se deixem enganar...

Ainda fomos um bocadinho à piscina exterior (o hotel também tem interior, vejam mais fotos e info aqui) e soube muito bem! Despedimo-nos do verão 2018 da melhor maneira. 

Falta ainda contar-vos as nossas experiências gastronómicas divinais (e aqui contámos com as dicas preciosas da Joana Roque) e a loucura que foi o Portugal dos Pequenitos (eu passei a minha vida toda a dizer Portugal dos Pequeninos!) para miúdos e graúdos! Mas isso fica para outro post.

Um beijinho coimbrense,
Ana 


Da Nossa Cozinha


28 de setembro de 2018

Churrasco # Molho para acompanhar

Estamos oficialmente no outono, mas o verão ainda não teve vontade de se ir embora. Há uma doçura na luz destes dias de transição - para além do calor - que me agrada e que tento aproveitar ao máximo.

Aproveito, por exemplo, para usar e abusar da churrasqueira ou do grelhador elétrico. Qualquer um serve, que eu não sou esquisita (mas, pensando bem, com o bebé temos usado mais o segundo...). Bom, resumindo, eu adoro um bom churrasco e não sou a única da família.

E churrasco sem salsicha não é churrasco, pelo menos cá em casa! Estas são da Primor, que tem também a versão picante. Qualquer uma delas são boas e com o molho que se segue, então...



Molho de lima

Ingredientes:

1 iogurte grego natural 
1 salsicha de churrasco picante da Primor grelhada e cortada às rodelas
Raspa de 1 lima
Sumo de 1/2 lima



Preparação:

Colocar todos os ingredientes num recipiente e triturar com a varinha mágica até o molho estar homogéneo. Retificar o tempero, se necessário, com sal fino e/ou pimenta moída a gosto.
Pode ser servido imediatamente, mas, se tiverem tempo, levem-no a refrescar 30 minutos no frigorífico.





Churrascamos? 
Ana

Da Nossa Cozinha

20 de agosto de 2018

Gelado caseiro em 5 passos

Se antes via o canal 24Kitchen, agora vejo ainda mais. No mês passado tive a felicidade de deparar-me com uns episódios deliciosos de "Marry Berry's Foolproof cooking". Deliciosos por vários motivos: pela própria Marry Berry, pela sua experiência e idade, pelo seu humor fino e, claro, pelas suas receitas. 

E o que me encheu o olho no episódio 4? Um gelado caseiro, fácil, fácil. Pensei: "Eu tenho de fazer isto!" E fiz mesmo.




Assim, contado num ápice:

1. Bate-se 600 ml de natas com a batedeira elétrica até formar uns picos. 
2. Depois junta-se uma lata pequena de leite condensado e envolve-se com a ajuda de um raspa Salazar.
3. A este preparado pode-se adicionar pepitas de chocolate, frutos secos, frutos vermelhos... Eu juntei 200 g de chocolate com avelãs inteiras em pedaços pequenos (usei a Bimby para isso).
4. Verter para uma forma de bolo inglês forrada com película aderente e levar ao congelador durante 6 horas ou a noite toda (este foi de um dia para o outro).
5. Desenformar e pode-se enfeitar a gosto (passei este último passo).



É DE BA-BAR!




Com este calor há algo melhor para ter em casa?
Deliciem-se!
Ana

Da Nossa Cozinha

14 de agosto de 2018

Querido, podes comprar cá para casa #1

Estar mais por casa [o motivo é este] dá nisto... Querer gastar dinheiro investir em utensílios para a cozinha! Mas tem tudo uma explicação:

1) No verão apetece comer mais saladas. E, como estou cá com umas ideias, gostava mesmo de ter este cortador de legumes (querido, a cor é indiferente):

Borner V5 (preço aqui).


2) A nossa tábua precisa de ser substituída:

Tábua de cortar LEGITIM da IKEA (preço aqui).


3) Anda aí um "sururu" no Instagram a dizer-se maravilhas destas caixas, que conservam a frescura dos vegetais mais tempo. E isto do desperdício dá que pensar... 


Tupperware Ventsmart 4.4l (preço aqui).


4) Vá, esta é a última coisa que peço. Aparece em vários programas do 24Kitchen e embora eu não tenha qualquer pretensão a Chef acho que não nos fazia mal ter um em casa. Prometo que já tenho pelo menos duas receitas para utilizá-lo:

Termómetro digital PRESTO (compra-se aqui).


E, sim, respondendo à pergunta que me fazes sempre: tenho lugar para arrumar tudo! ;)

Beijos,
Ana

Da Nossa Cozinha