7 de outubro de 2016

Conhecem os «Heróis da Fruta»? # Lanches saudáveis


O nosso pequeno crescido já está no 1.º ano. E isto implica algumas mudanças e novas rotinas, como a preparação de lanches. No nosso caso só temos de pensar no “lanche da manhã”, que é facultativo, mas que fazemos questão de enviar porque que se acorda cedo cá em casa, já que o “lanche da tarde” é assegurado pela escola.

Isto fez-me pensar nas várias alternativas possíveis. Primeiro pus-me a observar a oferta do mercado e digamos que não é a mais saudável. Bom, estou a ser politicamente correta. A verdade é que, regra geral, não presta (e vou ficar-me por aqui porque estava a apetecer-me exemplificar...). E sou uma mãe que não é extremista em termos de alimentação e cujo filho come mais guloseimas graças aos avós do que os pais desejariam. 

Para o “lanche da manhã” institui uma regra: 3 vezes por semana, pelo menos, esse lanche é fruta. Hoje levou uma banana. 


Entretanto, depois desta minha resolução de início de ano letivo, deparo-me com uma iniciativa da Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI), que vai na 6.ª edição, intitulada «Heróis da Fruta - Lanche Escolar Saudável».

Trata-se de um programa gratuito de educação para a saúde, concebido para motivar crianças a adotar e manter hábitos saudáveis, através de um modelo pedagógico inovador desenhado para jardins de infância e escolas básicas do 1.º ciclo. As inscrições estão abertas até dia 14 de outubro e todos os estabelecimentos de ensino interessados, públicos e privados, ainda se podem juntar através do site www.heroisdafruta.com ou do telefone 210961868.

Mais de 400 estabelecimentos de ensino já estão inscritos e espero que a escola do meu filho também integre este projeto pedagógico (pelo menos fiz chegar-lhes a informação, agora resta-me aguardar para ver se a sugestão foi aceite). Por isso, se também consideram os «Heróis da Fruta» uma boa iniciativa façam o mesmo e divulguem-na também junto de pais, educadores de infância e professores de 1.º ciclo.

Sabiam que 7 em cada 10 crianças portuguesas consomem uma quantidade insuficiente de fruta, ficando abaixo das três porções diárias recomendadas pela Organização Mundial da Saúde, de acordo com o último estudo da APCOI, realizado com 18 mil crianças entre os 2 e os 12 anos?

Aqui por casa habitualmente come-se uma peça de fruta no final das refeições principais. Como é aí por casa?



Da Nossa Cozinha


Sem comentários:

Enviar um comentário

Olá!
Obrigada por visitar-nos e pelo comentário. :)
Da Nossa Cozinha leve também um abraço!
A Cozinheira e O Cozinheiro