5 de setembro de 2017

Rolo de fritatta... que é um Primor!

Sabe bem colocar na mesa uma entrada diferente e ainda sabe melhor saboreá-la. Às vezes apetece-nos algo que fuja ao habitual, mas nem sempre é fácil satisfazer este desejo no meio da rotina do dia-a-dia. Hoje apresento-vos um Rolo de Fritatta simples de fazer e que faz um sucesso tanto como entrada como refeição ligeira, quando acompanhado por uma salada ou sopa. 




Rolo de fritatta 


Ingredientes: 

6 ovos
3 colheres de sopa de queijo ralado
Sal q.b.
Queijo fresco para barrar q.b. 
Bacon de peru fatias extrafinas Primor q.b.
Azeitonas verdes descaroçadas e cortadas q.b.
Fiambre Peito de peru forno de lenha Primor






Preparação:

Colocar no fundo de um tabuleiro (cerca de 20 x 30 cm) papel vegetal e reservar.

Mexer 6 ovos com uma pitada de sal e envolver o queijo ralado. Verter para o tabuleiro e levá-lo ao forno a 180º C durante 10 a 15 minutos, até a omelete estar cozinhada.

Retirar do forno e deixar arrefecer um pouco e desenformar para cima de uma folha de papel vegetal. Barrar o centro com o queijo fresco (retirar do frigorífico uns 15 minutos antes para ser mais fácil) e "forrar" a fritatta com tiras extrafinas de bacon de peru. Colocar por cima as azeitonas verdes e finalizar com as fatias de fiambre. Enrolar com a ajuda do papel vegetal e levar ao frigorífico pelo menos 2 horas (esta ficou de um dia para o outro).

Depois retirar cuidadosamente o papel vegetal e fatiar.


Posso dizer-vos que é muito bom e que não sei se é da hora, mas já comia uma fatia ou duas! Não sei se já conhecem os produtos Primor utilizados nesta receita, mas é uma boa oportunidade para o fazerem, já que a conjugação do bacon de peru com o fiambre é deliciosa.



Boa semana!
Ana

Da Nossa Cozinha

9 de agosto de 2017

Bolo de Canela e um desejo

Sabem quando provam algo tão bom que não vos sai da cabeça? Aconteceu isso com o Henrique: comeu bolo de canela há uns tempos e desde então que andava de "desejo". E andou assim largas semanas... No regresso das férias, um dia deparo-me com o seguinte reminder na cozinha:



Irresistível... Não é? Não passou desse dia.

A receita foi-me dada por uma amiga e fez as delícias do meu rapazote. A massa antes de ir ao forno não me convenceu e estive prestes a fazer alterações, mas contive-me (e ainda bem porque o bolo saiu muito bem). 

Vou deixar-vos a receita, dada por uma amiga, que retirou de um livro com mais de duas décadas. O título do livro põe-me à beira de um ataque de nervos. Olhem-me para esta "pérola": A Mulher na Sala e na Cozinha. Foquemo-nos na receita e passemos à frente, que estamos em 2017.


"Bolo de canela

Batem-se muito bem 250 gramas de açúcar com 2 ovos inteiros, juntando-lhe uma colher de sopa de manteiga derretida, uma colherzinha de fermento e uma colher de sopa de canela.

Continua-se batendo, junta-se um decilitro de leite, e a seguir e aos poucos, 250 gramas de farinha.


Vai a cozer ao forno em forma untada de manteiga."


Segui a receita à risca, reduzindo o açúcar (como é habitual aqui pela nossa cozinha).

 









Continuação de boa semana!
Ana

Da Nossa Cozinha

24 de julho de 2017

Countdown: "Cozinha com Twist" de Filipa Gomes! Hoje às 21h00 no 24Kitchen

Parece que foi na semana passada (só que não! Foi no início do mês) que estive na apresentação do Cozinha com Twist, o novo programa de Filipa Gomes, no 24Kitchen. Não sou spoiler, mas digo-vos que vai valer bem a pena ver hoje a Filipa Gomes num novo formato e cenário diferente, com muitas novidades. É às 21h00!




Neste programa vamos aprender a confecionar pratos portugueses e internacionais simples, sempre com um twist, mesmo ao estilo da Filipa Gomes. A estreia é hoje, mas vai colar-nos ao ecrã de segunda a sexta-feira sempre à mesma hora. E não há desculpas, que  agora até os subscritores do pacote básico da MEO podem ver. Só boas novidades!


O que é que eu posso dizer-vos em jeito de curiosidade? Duas coisas: 1) São três receitas por programa. 2) Cada programa tem um tema, que a criatividade da Filipa é muita. Isso mantém-se. Quanto ao resto, tudo tem um... twist!




Beijinhos e boas receitas!
Ana



Da Nossa Cozinha

20 de julho de 2017

Festival do Caldo de Peixe # Todos para os Açores, já!

Ando com os Açores debaixo de olho. Andamos a sorrir mutuamente, num jogo que eu sei como vai acabar... No meio deste namoro deparo-me com uma iniciativa, que é de louvar, em Rabo de Peixe. Não sei se sabem, mas Rabo de Peixe é uma vila pertencente ao concelho de Ribeira Grande, na ilha de S. Miguel, e está entre os sítios mais pobres da Europa. A primeira vez que ouvi falar nesta localidade foi precisamente por este motivo, há muitos anos, por ter sido alvo de um estudo sociológico.


E recentemente descobri que se realiza lá o Festival do Caldo de Peixe pelo quinto ano. A mais recente edição decorre entre 21 e 23 de julho no Porto de Pescas da vila e aqui é possível experimentar várias versões de caldos de peixe – uma especialidade regional que traduz, em sabor, a alma de uma comunidade que vive da atividade piscatória – e ainda participar em várias iniciativas paralelas.



Todos os motivos são bons para ir, mas o principal é que o lucro das vendas dos caldos de peixe reverte inteiramente para o apoio do serviço educativo das crianças de Rabo de Peixe. Quem puder e estiver pelos Açores faça-me um favor e vá beber um Caldo de Peixe (quem for amiguinho até bebe um por mim!), que o objetivo é ultrapassar os 5 mil caldos (estou a ir um pouco mais além da própria organização).


(Não consigo ler o nome do músico Lou Bega e não começar a cantar o seu Mambo No. 5!)

E que saiam muitos, muitos, muitos Caldos de Peixe em Rabo de Peixe!
Ana


Da Nossa Cozinha


17 de julho de 2017

A Gazelar é que a gente se entende!

Qual é a palavra [mágica] com cinco letras que automaticamente nos coloca um sorriso no rosto? Verão. E quando é associada a outra de seis letras - férias - torna esse sorriso ainda mais rasgado. Há [ainda] mais almoçaradas, petiscadas e afins e, convenhamos, qualquer motivo é bom - só porque sim já é suficiente - para celebrar os dias maiores e quentes, a praia, o mar, o amor, a vida. Muitas vezes são combinações de última hora e é bom podermos descomplicar e ter uma bebida fresca e leve a acompanhar.




A marca de vinho verde Gazela, com distribuição da Sogrape, mudou recentemente de imagem e de posicionamento, alargando a gama com duas novas referências: Gazela Mare e Gazela Aire. As próprias garrafas, com ícones, ajudam-nos na escolha. 


Gazela Mare 
Para as refeições de marisco ou peixe.

Notas de Prova:
Cor límpida e brilhante com tonalidade citrina e nuances esverdeadas. Aroma intenso com forte presença de frutos tropicais maduros tais como o maracujá e o ananás. Na boca é bastante equilibrado com uma presença vibrante e aromática, onde voltamos a encontrar as notas de fruta tropical. Acidez muito bem integrada que garante um final equilibrado e muito consistente.

PVPR: 4,49 €


Gazela Aire
Para acompanhar as refeições de carnes brancas ou saladas.

Notas de Prova:
Vinho de cor rosada "framboesa", com ligeiro desprendimento de gás que realça os aromas de frutos vermelhos (morangos) e de frutos tropicais (banana). À boca apresenta um ataque vivo e fresco de sabor intenso e equilibrado, sensação de leveza e frescura com um final muito elegante.

PVPR: 4,49 €

Conheci estes dois novos vinhos no evento de apresentação nos Santos Populares e é de aplaudir a reinvenção da marca, bem como a aproximação aos consumidores.

Um brinde bem fresquinho ao verão, à praia, ao mar, ao amor...?





Um beijinho,
Ana


Da Nossa Cozinha

10 de julho de 2017

Começamos a semana... com Noodles Milaneza Wok

Cá em casa usa-se muito o Wok, sobretudo ao domingo quando nos dedicamos a preparar algumas refeições para durante a semana. Encurta-se o tempo de preparação, o que é ótimo, e o resultado é sempre saboroso. Eu gosto bastante das misturas de vegetais chinesas (congeladas) e das saladas chinesas (à venda em frascos) e qualquer uma é uma boa base de partida para inventar uma refeição rápida e saudável, já que normalmente, aqui em casa, com o Wok usamos apenas um pouco de azeite.

Recentemente fui surpreendida pelos novos Noodles Milaneza Wok. Esta é a mais recente novidade, que promete ir do pacote para o Wok. E posso dizer-vos que se seguirem as indicações vão espantar-se (primeiro) e deliciar-se (a seguir), porque... é mesmo assim: do-pacote-para-o-wok-e-depois-para-o-prato.





O segredo é simples: aquecer azeite no Wok, juntar os ingredientes frescos preferidos e deixar cozinhar. Depois é adicionar os noodles diretamente do pacote para o Wok, acrescentar água a ferver à proporção de 180 ml de água (um copo de água pequeno) por bloco de noodles, deixar repousar e cozinhar durante 6 minutos, mexendo frequentemente. Verificar temperos, retirar do lume e já está pronto a servir!

Deixo-vos a receita que preparei para estes Noodles, para se inspirarem porque vale bem a pena. Estamos no verão e tudo o que queremos são refeições práticas, não é verdade?



Noodles no Wok 

Ingredientes:

- Pimentos doces-mini vermelhos e amarelos
- Cogumelos frescos
- 1 frasco de salada chinesa
- 2 blocos de Noodles Milaneza Wok
- 360 ml de água a ferver
- Azeite q.b.
- Sal q.b.
  

Preparação:

Comecei por aquecer um pouco de azeite no Wok e juntei os pimentos limpos e cortados às tiras e deixei cozinhar bem, até começarem a ficar macios.



Então juntei os cogumelos e dei-lhes uns minutos.



Como o Wok cozinha rápido, temos de estar a acompanhar, bem atentos e ir mexendo de vez em quando. De seguida junta-se a salada chinesa, sem o líquido, lavada e previamente escorrida.



Retificar o azeite, juntando um pouco mais se e quando necessário. É a altura de os Noodles entrarem no Wok e a água a ferver: deixar repousar e cozinhar durante 6 minutos, mexendo com frequência, para ajudá-los a cozinhar e a integrarem-se na base que preparamos. Verificar temperos, retirar do lume e " Todos para a mesaaaa!".




Um beijinho e boa semana,
Ana


Da Nossa Cozinha

7 de julho de 2017

We love you #NOSalive !!!

55 mil pessoas estiveram ontem no primeiro dia do NOS Alive e posso assegurar-vos que foi muito bom. Os dois próximos dias deste festival prometem! Se têm bilhetes, aproveitem-nos bem.




Fica aqui um sneak peek do Instagram, também com dicas de onde podem comer bem e (bem rápido!).













Um beijinho e bom festival!
Ana


Da Nossa Cozinha

19 de junho de 2017

Sugestão para o jantar # 5 minutos et voilà: Wrap Da Nossa Cozinha

Tenho andado mais pelo Instagram, é verdade, mas tenho muitas coisas boas para partilhar aqui. Nestes dias de calor, em que apetece refeições mais ligeiras, experimentei fazer um wrap para o almoço dos crescidos lá de casa. Confesso que os wraps ainda não me tinham cativado... até sábado, dia em que elevei a experiência a outro nível!



Wrap Da Nossa Cozinha

Ingredientes:

2 wraps
Paté de azeitonas (fiz a receita do livro base da Bimby)
8 fatias de fiambre Primor Natura Peito de Peru, com -50% de sal
Salada camponesa q.b.
Molho de alho q.b.


Preparação:

Barrar um wrap com paté de azeitonas, a partir do centro e sem ser totalmente porque depois temos de enrolá-lo. Colocar 4 fatias de fiambre, salada e, por fim, "salpicar" com um pouco de molho de alho. Enrolar e cortar ao meio. Repetir o processo para o wrap seguinte.




Fica assim. Esta tentação que se prepara em 5 minutos e tão boa, que só provando.




Um beijinho e boa semana,
Ana


Da Nossa Cozinha

4 de maio de 2017

Bolo salgado Primor com bacon de peru (sim, peru!) # De comer e chorar por mais

O último fim de semana foi delicioso: simples e muito equilibrado, com agenda social q.b. e o aproveitar do nosso espaço, que às vezes sabe-me pela vida. 

Aproveitei também para cozinhar com calma, testar receitas e conhecer um novo produto da Primor. Já vos disse que adoro esta marca, não já? Aplaudo a aposta na inovação e em novos produtos, como este bacon... de peru! Maravilhoso, só vos digo. Tem alto teor de proteína, baixos teores de gorduras e de açúcares e é isento de glúten.


Usei-o num Bolo salgado que é irresistível, principalmente se o puserem na mesa pouco depois de sair do forno. Que perdição! 




Bolo salgado Primor 

Ingredientes:

- 250 g de farinha tipo 55 (sem fermento)
- 1/2 pacote de fermento
- 4 ovos
- 15 cl de óleo
- 15 cl de vinho branco
- 150 g de bacon de peru Primor cortado em cubos pequenos
- 150 g de queijo Emmental ralado
- 125 g de azeitonas pretas descaroçadas e cortadas às rodelas



Preparação:

 Misturar bem a farinha com os ovos. 

Segue-se o fermento, o óleo, o vinho branco - usei um que adoro - Fiuza Sauvignon Blanc  - que depois acompanhou este bolo salgado - e o queijo. Envolver bem até a massa ficar homogénea.

Por fim, adicionar o bacon e as azeitonas na massa anterior e verter para uma forma previamente untada com manteiga e polvilhada com farinha.


Levar ao forno pré-aquecido a 190º C durante 45 minutos, sensivelmente. Antes de retirar do forno fazer o teste do palito e deixar alourar a gosto.


Esta receita é para dias especiais, como o próximo domingo, que é Dia da Mãe. A sugestão desta receita, originalmente com queijo Gruyère (que não encontrei! se alguém me souber dizer onde encontro, diga-me, por favor!), foi de uma amiga que tem muito mais para partilhar aqui



Enquanto não reúnem todos os ingredientes deliciem-se! E sigam a Primor no Facebook e no Instagram para ficarem a par das próximas novidades.



Um beijinho,
Ana


Da Nossa Cozinha

28 de abril de 2017

11 cocktails a não perder na Lisbon Cocktail Week # Last call

Amanhã é o último dia da Lisbon Cocktail Week, que celebra o imenso mundo dos cocktails e das bebidas espirituosas. São mais de 60 locais em que se pode usufruir de uma ação 2 por 1, entre as 18h e as 23h, e partilhar um cocktail com alguém especial. 

Deixo-vos 11 cocktails a não perder:



Ibi Gold
Composição: Hendrick's Gin, St-Germain, sumo de toranja, xarope de sabugueiro, clara de ovo, alecrim, tónica caseira.
Vestigius, Cais do Sodré
Preço: 13€



Viúva Negra
Composição: Olmeca Reposado Tequila, Bols Blue, concentrado de gengibre, grenadine, tabasco, sumo de lima.
A Paródia, Estrela
Preço: 9,5€



By the River
Composição: Havana Club 7 Anos Rum, licor de amêndoa amarga, sumo de lima, sumo de ananás natural com hortelã, espuma de ananás com aroma de amêndoa.
Espelho de Água, Belém
Preço: 10€




Melancia da Calçada
Composição: Altos Reposado Tequila com infusão de malagueta, Réccua Porto Rosé, melancia, sumo de lima, ginger syrup.
Espumantaria do Petisco, Baixa 
Preço: 9€



Blazer
Composição: Bols Ginger, lima, manjericão, sumo de maçã, zest de laranja.
Alfaiataria, Lapa
Preço: 7€



Cuban Collective
Composição: Bacardí 8 Anos Rum, Cointreau, bitters caseiros, sumos de laranja e limão, zest de chocolate.
Cobre, Cais do Sodré 
Preço: 7,5€



Fruits Summer Mix
Composição: Captain Morgan Jamaica Rum, salada de fruta, sour mix, xarope de alecrim, clara de ovo.
Ático, NH Liberdade, Marquês de Pombal 
Preço: 11€



A Mula Russa
Composição: Stoli Vodka, Fever-Tree Ginger Beer, gengibre, pepino, sumo de lima, hortelã.
Baliza, Bica
Preço: 7€




Caramel n.º 3
Composição: Jameson Whiskey, Martini Rosso, calda de canela, gelado de caramelo.
Bastardo, Rossio
Preço: 9€




Thyme O´Clock
Composição: Hendrick's Gin, sumo de limão, água de gengibre, xarope de tomilho, clara de ovo.
Le Chat, Santos
Preço: 12€



Summer Delight
Composição: Plymouth Gin, xarope de gengibre, sumo de limão, melancia fresca, pimenta rosa, cardamomo verde.
Caravelas, Cais do Sodré
Preço: 9€

Podem ver mais opções de cocktails aqui.

Beber com moderação! E bom fim de semana prolongado!
Ana




Da Nossa Cozinha

13 de abril de 2017

Que venha o próximo! # 3.º Festival do Ouriço na Ericeira

A Ericeira recebeu o 3.º Festival Internacional do Ouriço e encerrou-o de forma magnífica no passado domingo. Estava um dia  fabuloso de primavera - que mais parecia de verão! -, o mar azul no tom único desta vila e o hotel Vila Galé Ericeira prontíssimo para receber o showcooking do Chef Roberto Sihuay.



O almoço começou com um ouriço tão fresco, tão fresco que ainda mexia. Tinha sido apanhado naquele dia de manhã. Não acreditam? Ora vejam.








De seguida, o Chef Roberto Sihuay casou na perfeição a riqueza da gastronomia peruana com o ouriço do mar e deu a degustar um ceviche que continha dois tipos de milho do Peru - sabiam quem neste país existem 3000 tipos diferentes de milho? E já que estamos numa onda de curiosidades: 4000 variedades de batatas e outras tantas de malaguetas? - que acompanhou com um cocktail peruano fantástico, com Pisco, uma bebida que é uma espécie de aguardente com 42% de álcool.
 


Ainda tivemos oportunidade de degustar o buffet do mar, que é habitualmente servido aos domingos ao almoço no hotel Vila Galé Ericeira (falarei mais sobre este buffet noutra altura), e fui surpreendida pela feijoada de búzios e pela moqueca de polvo, que recomendo vivamente.

Foi uma honra ser convidada para este evento da "minha terra" e ver que também aqui se realizam eventos de tão elevada qualidade e excelente organização. Venham muitos mais! Tive a oportunidade de conhecer ainda o Chef Justin Jennings, que na semana anterior tinha realizado um showcooking também inserido no Festival e realizado no mesmo local.

Estas experiências levam-nos a querer conhecer outras! Vou estar mais atenta a tudo o que envolva ouriços do mar e, paralelamente, ao projeto Endògenos, que promove e valoriza os produtos endógenos portugueses e as suas origens.

Também vou querer descobrir o Peru e a sua gastronomia. A breve e simpática apresentação foi o suficiente para despertar em mim a curiosidade. Não é à toa que o Peru é considerado o Melhor Destino Gastronómico há cinco anos consecutivos pelos World Travel Awards, os "Óscares do Turismo". Está na minha wishlist ir a um restaurante peruano, sem dúvida! E também conhecer o restaurante do Chef Justin Jennings,  o Downunder, em Lisboa, o único restaurante australiano do país e que está a ser um sucesso.

Um beijinho,
Ana


Da Nossa Cozinha